Archive for outubro \26\UTC 2010

High-Fives – Bandas/artistas com piano

outubro 26, 2010

Este é o primeiro post de uma série chamada High-Fives (um trocadilho bem infame que eu não vou ter coragem de explicar), na qual eu vou apontar cinco destaques em uma determinada área de atuação, geralmente do mundo do entretenimento. Entre outros, música, filmes e livros vão aparecer por aqui.

Vale lembrar que isto NÃO É um top 5. Os cinco itens listados têm o seu espaço reservado igualmente, sem qualquer tipo de ordem de preferência. Aa listagem numérica é por mero propósito de organização.

Decidi estrear destacando cinco bandas e artistas que usam o piano como instrumento principal das suas músicas. Boa leitura!

(more…)

Algum tempo depois…

outubro 21, 2010

Eu não tenho desculpas.

Por mais que as mudanças na minha vida, como um novo emprego de período integral; a intensificação das atividades na faculdade com vários projetos sendo elaborados simultaneamente (com a inevitável cobrança dos professores, coordenadores, e até mesmo colegas de turma); e outros diversos perrengues enfrentados por um pimpolho criado a leite com pêra que acaba de entrar de cabeça no mundo da maioridade; eu não acho que posso usar isso como justificativa pra nada.

As pessoas têm seus afazeres, suas obrigações. Mas se um indivíduo como eu não possuir a manha de controlar bem o seu tempo livre para se dedicar às coisas boas da vida, todo o propósito de se esforçar para construir uma carreira sólida cai por terra. Eu até poderia descrever detalhadamente o meu cotidiano nos últimos sete meses (!) sem escrever nada no blog, mas seria apenas mais um texto vazio dizendo “desculpe pelo transtorno, estamos trabalhando melhor para atender você”.

Quando digo não ter desculpas, não me refiro somente a me desculpar às pessoas que acompanhavam o blog – que eram (e continuam sendo) poucas, mas são valiosos amigos que sempre me incentivaram a escrever – mas principalmente a mim mesmo.

Eu amo escrever. Posso não ser grandes coisas, meus textos seguem uma fórmula muito repetida, mas elaborar um texto é uma catarse a qual eu me satisfaço plenamente a me submeter, e por isso, pela enésima vez, estou tentando voltar a postar. Sem prazos, sem tentativa de postar com regularidade, apenas escrevendo sempre que me surgir algo na mente.